Intolerância à cafeína: você pode ter mas não sabe

Você sabia que o café tão apreciado de cada dia pode ser o desencadeador de inúmeros sintomas que você não faz a menor ideia de onde vem?

A intolerância à cafeína se manifesta quase que exclusivamente em pessoas que abusam do uso de café e alimentos termogênicos que acabam por desenvolver uma certa dificuldade na metabolização da substância pelo organismo.

Saiba o que é, quais os sintomas, como se tratar e o que pode ser feito para melhorar a vida de quem tem este problema no artigo abaixo.

O que é intolerância à cafeína?

A intolerância à cafeína é uma condição onde o organismo oferece certa resistência em metabolizar o café e outras bebidas energéticas gerando um quadro de mal-estar geral pelo corpo através de múltiplos sintomas.

Sintomas de intolerância ao café e produtos com cafeína

Os sintomas de intolerância ao café são vários e todos eles se apresentam em quase todas as pessoas com o problema. São eles os principais:

Desconforto estomacal

O desconforto no estômago é clássico em quem toma muito café durante o dia. Assim como quem usa outros produtos como chá-verde, chá-mate, chá-preto, refrigerantes a base de cola  ou qualquer suplemento termogênico com cafeína.

O acúmulo da substância no estômago ocasiona dores e desconforto que demora horas para cessar.

Aumento das palpitações e da pressão arterial

Com o aumento da cafeína na corrente sanguínea a pressão do corpo se eleva e pode inclusive incidir no aumento da frequência cardíaca o que é uma condição perigosa para hipertensos e pessoas com problemas cardíacos.

Irritabilidade e Stress

A irritabilidade está diretamente ligada aos níveis de estresse. Nessas condições o cortisol se eleva deixando você muito mais nervoso e irritado com mais facilidade, fator que favorece episódios como o acidente vascular cerebral, por exemplo.

Insônia e dificuldade para dormir

A cafeína é um excitante cerebral, isto é, aumenta a atividade do cérebro. Com o aumento deste tipo de evento você tem dificuldade de relaxar e inclusive tem uma diminuição na produção do hormônio do sono, a melatonina.

Dor de cabeça

Esta dor de cabeça está diretamente relacionada ao aumento da pressão arterial pelo corpo todo. Mais pressão para as veias e artérias levam o sangue para todo o organismo, elevando a pressão cerebral e causando dor na região.

Vontade de ir ao banheiro repentina

É muito comum pessoas que abusam da cafeína despertarem uma vontade imensa e imediata de ir ao banheiro. Como o café fermenta  nos intestinos isso favorece com que se sinta mais vontade de ir ao banheiro imediatamente.

Diarreia

A diarreia ocorre porque a cafeína não encontra substrato específico para a sua metabolização e com isso ela causa um desequilíbrio intestinal que pode evoluir para diarreia dependendo na quantidade de moléculas da cafeína na região.

Síndrome do Intestino Irritável

Pesquisas indicam que 90% das pessoas com síndrome do intestino irritável tem algum grau de intolerância para cafeína. É  uma desordem entre as bactérias do cólon e a competição da cafeína por substratos de metabolização que faz com que a doença se manifeste.

Erupções na pele

Como toda intolerância também desencadeia um processo inflamatório, os intolerantes à cafeína manifestam a inflamação através de erupções na pele. Feridas avermelhadas aparecem como sinal da doença.

Qual o tratamento para o problema?

O tratamento é feito com a ajuda de um especialista como o médico  gastroenterologista e um nutricionista para assegurar a diminuição dos danos.

O nutricionista irá promover uma dieta sem cafeína e o médico poderá prescrever substâncias que favoreçam a absorção das moléculas da cafeína no intestino.

FAQ – Perguntas Frequentes

Existe um exame para detectar intolerância à cafeína?

Existe o exame de exclusão onde há uma restrição de todos os alimentos e suplementos que contenham a substância para diminuir a ocorrência dos efeitos do abuso que desencadearam a intolerância.

Problemas como insônia, pressão arterial elevada e ritmo cardíaco acelerado são alguns dos sintomas que melhoram instantaneamente após a aplicação do exame.

Também existe o teste de intolerância alimentar feito através do exame de sangue. Este exame verifica a existência ou inexistência de enzimas usadas para metabolizar a cafeína na corrente sanguínea e diagnosticar os casos de intolerância à cafeína.

Por que me sinto mal ao beber café?

Provavelmente o hábito de tomar café várias vezes ao dia pode contribuir significativamente para este sintoma. O acúmulo de cafeína e abuso do café ou refrigerantes que contém a substância faz com que o organismo libere cada vez menos enzimas para a metabolização dela.

Quando você deve procurar ajuda?

Você deve procurar ajuda assim que os sintomas estiverem atrapalhando sua vida, sua saúde, seu sono e seu humor.

A cafeína também é uma substância que causa dependência e ao desenvolver intolerância você provavelmente sofrerá para largar o hábito, mas isto é totalmente preciso para aumentar seu bem-estar e sua qualidade de vida.

Leave a comment

Your email address will not be published.